Publicado em poema

do que há perto

Pensei em passar aí de surpresa.
Desviei a rota.
Passei pertinho da sua porta

mas a chuva apertou
e a fome também
então eu apertei o passo
e cismei que só um abraço
seu, daqueles
vai tirar essa saudade
que apertou dentro de mim

Anúncios

Autor:

Carioca, 22 invernos, leão com touro. Gosto de apreciar e busco produzir arte. Sou professora. Faço cadernos. Amo. Assim, intransitivo, mesmo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s