o filme do pequeno príncipe, conquistas e mais sonhos

Uau! Parece que faz milênios que não venho aqui.

Minha mente aproveitou o feriado pra entrar em surto, mas foi ótimo porque tenho um amor lindo que me faz ir sempre até o fundo das minhas angústias, de modo que eu possa emergir, com uma cicatriz a mais e um parafuso a menos, de volta pra doideira cotidiana que comumente chamamos de “vida”.

Ora, eu “deveria” estar nesse exato momento planejando a aula que vou dar hoje, e o simples fato de que a aula de hoje ainda não está planejada já me faz entrar em faniquito por dentro, e é por isso mesmo que vim escrever no blog, pra me obrigar a ser menos ansiosa; pra exercitar um pouquinho de paz interior.

Tô bem maníacazinha com organização e isso tem me frustrado e gerado muita ansiedade (porque nunca dá pra fazer tudo conforme o milimetricamente planejado) e sabe, é realmente ótimo quando alguma coisa que planejei dá certinho, mas quero aprender a não perder o chão quando não consigo dar conta da quantidade de coisas que imponho a mim mesma.

Quero lembrar um dos maiores ensinamentos que o teatro já me deu: o objetivo não é o objetivo em si, senão o percurso até o objetivo. Não adianta absolutamente nada ficar maluca pra cumprir as coisas se sempre vai ter alguma coisa nova a ser cumprida. Assim, a única coisa que eu ganho é falta de ar. Falta de vida.

No fim de semana fomos assistir ao filme do Pequeno Príncipe e eu fiquei bem surpresa com a adaptação, que inseriu à história do livro o enredo de uma mãe workaholic e ultra-organizada e uma filha que vai na onda da mãe até conhecer o “Exupéry” (é um velhinho simpático, que, pfvr, obviamente representa o narrador/escritor do livro). O filme consegue falar de empancipação feminina e dos prós que ela trouxe às mulheres que se emanciparam num mundo que continua sendo mandado por homens; consegue falar de como o sistema educacional vigente no mundo é absurdo, adestrador, prisional e alienante; e resgata o que me parece ser a essência daquele livro que marcou a vida de tanta gente: o lado bom de ser criança – a felicidade pura, espontânea, autêntica, fluida, fácil. Mexeu comigo, e não tinha como não mexer. Por mexer comigo, entrei num exercício de permitir algumas baguncinhas, alguns emcimasdahora, um feriado de paz e um sapato novo. Mais caro do que eu me disporia a comprar, e também por isso significativo. Ei-lo:

20150907_135213

Ta que meu pé ta cheio de band-aid e micropore, mas eu realmente tava precisando de um sapato e meu ego realmente gostou muito dessa cor aí. Eu procurei no CDQF, mas aquele catálogo ta meio mal organizado, e, como disse, eu realmente precisava de um sapato, tipo urgente, então comprei esse quase no impulso (o que já é estranho pra mim), e foi relativamente caro mas ele é bem lindo então meu saldo de felicidade é positivo (a alpargata eu compro no CDQF, me juro). Daqui a pouco vou lá riscar esta aquisição naquele post sobre os must-have, publicar o que fiz do planejado pra agosto, e o que pretendo pra setembro.

Agora vamos ao que tô pilhando de fazer pra otimizar o espaço no meu quarto. Ainda não consegui o caixote da feira, mas acredito que semana que vem consiga. Mas, de um modo geral, até que meu armário ta bem organizadinho. Quanto à prateleira do quarto, ainda não tô satisfeita e fiquei pensando que talvez aqueles porta revistas fossem uma boa ideia pra separar a papelada da Uerj, da pesquisa e do Licom. Só que, francamente, sou mais propensa ao diy do que às compras, e até pensei em fazer um com papel paraná quando o LINDO do Pinterest me deu a brilhante ideia de fazer um com caixas de cereal.

05

Oh que coisa mais cuti-cuti, gente! ❤  Claro que pra papel, que não é tão durinho, vou precisar fazer uma abertura menor nas caixas, senão vai ficar molenga e cair tudo. Mas vai ficar liiiiiiiindo! *-* Ainda tô pensando se vou cobrir com contact estampado, papel de presente ou tecido, mesmo, já que isso eu tenho às pampas. De todo modo, antes de qualquer coisa, preciso que alguém faça o favor de me ceder as caixas já que eu não como cereal nem sucrilho hehe 😀

Outra coisa que tenho pensado em fazer é um mural pra botar na parede do lado da minha cama. Agora que tive a brilhante ideia de usar fita dupla face pra essas coisas (já mostro onde usei!), o diy deve se tornar uma constante na minha vida 🙂 Confesso que essa ideia eu tirei do quarto da minha ex, que cobriu um pedaço de isopor com um tecido de caveirinha e, na moral, achei aquela ideia genial desde a primeira vez que fui lá. Vai ser legal porque vou ter onde botar os papeizinhos que ando escrevendo com as coisas boas que me acontecem, e olhar diariamente pra eles pode ser bem estimulante. A foto da esquerda é pra ilustrar meu projeto de agora e, a da direita, pra registrar essa coisa MAIS LINDA QUE TEM JANELINHA E QUE UM DIA EU VOU FAZER NA MINHA CASA QUANDO TIVER UMA CASA MINHA MESMO 😀 ❤ 😀 ❤ 😀 (ok, vou me conter).

   Mural-de-recados-artesanal         Mural-de-recados-artesanal-005

Finalmente, vamos ao que eu planejei e já fiz: com uma caixa que a Tati me deu no aniversário do ano passado, improvisei uma prateleira para ocupar os espacinhos até então inalcançáveis do armário da cozinha, que já tava cansado de tanta coisa empilhada, tadinho.

20150907_112737

Botei a dupla face porque fiquei com medo de a caixa sacudir com o peso das coisas e acabar quebrando esse potinho de café lindinho que eu comprei a preço de banana. Não tenho muita sorte com coisas de vidro…

E pra terminar mesmo, deixo a foto do dinossauro de pelúcia fofíssimo da Lili, e o registro de uma tarde de estudo passada calmamente, sentindo o vento e olhando pra janela:

20150907_140325          20150907_140246

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s