Publicado em Sem categoria

greve estudantil

– Nós vamos trabalhar sem receber? – perguntou Angélica. Ao que eu instintivamente respondi:
– Eu prefiro dar as aulas logo. – pensava, obviamente, nas férias de janeiro. Não bastava ter aulas em janeiro, ainda teria de trabalhar? E se comprometesse meus planos de viagem? – Em algum momento teríamos de repor, então que seja feito de uma vez. – Disse, mas me envergonhei.

Me dei conta de que esse sistema nojento havia me agarrado na sua gosma. Não que seja condenável pensar no meu justo e sonhado descanso em terras paulistanas, mas lá estava eu desvalorizando e enfraquecendo um movimento que defende essa unidade heterogênea da qual eu faço parte – estudante. Estudante de Letras. Estudante de Letras da Uerj. Estudante da Uerj. Filha da pública. Bolsista que não recebeu pelo que trabalhou.

E agora, sob as ordens da coordenação, acabo de avisar os alunos que as aulas estão provisoriamente suspensas, graças aos que estão, literalmente, acampando na universidade e impedindo quem quer que seja de entrar ali enquanto não se dê a César o que é de César, ao terceirizado ao que é do terceirizado, e ao reitor o que é do reitor.

Estão lutando por mim o que eu não tive coragem de lutar em meu benefício. Essa luta me obrigou a fazer o que minha vergonha queria ter feito espontaneamente: me recusar, absolutamente, a trabalhar sem receber.

TODO APOIO AOS TRABALHADORES DA UERJ.

 

Anúncios

Autor:

Carioca, 22 invernos, leão com touro. Gosto de apreciar e busco produzir arte. Sou professora. Faço cadernos. Amo. Assim, intransitivo, mesmo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s