“queria muito ver aquela peça, Gota D’água”

– comentou comigo Sheila, a secretária do andar, que nunca fala comigo, enquanto subíamos juntas de elevador. Eu comentei que também queria, mas ela completou:
– Mas eu não vou ver só porque é do Chico. Vou boicotar.
Ela é obviamente a favor do impítimã e toda aquela lista de merdas que a gente já conhece. Fiquei me questionando se o meu jeito de vestir já não deveria mostrar que tendo muito mais pra esquerda que qualquer outra direção (o que deveria ser suficiente pra não dirigirem esse tipo de comentário a mim, já que eu não dirijo comentários ~esquerdopatas~ pra ninguém que eu saiba que pense diferente e esteja quieto no seu canto), mas depois desse soco no estômago só me calei e segui meu rumo.
Ontem Claudia e Maria Martha viram meu livro em cima da mesa e disseram “Neruda”, “Pablo Neruda”, com aquela pompa na voz de “hmm, a minina ta lendo nerudaaa”, sabe? E eu fiquei pensando: quer poeta mais subversivo que Neruda? E me dei conta de que a literatura canônica ta cheia deles. García Marquez, Cervantes, Lorca. A música também – Chico, Gonzaguinha, Belchior.
E pensando agora, talvez esses tempos, que têm feito as pessoas delimitarem cada vez mais suas opiniões (e arrancado as máscaras de todo mundo), tragam um pouquinho mais de critério pra quem se diz fã de Chico por aí. Sensibilidade artística é subversivo por si só quase sempre. Deveria mesmo ser uma questão de merecimento.
“Eu já assisti há muitos anos atrás”, disse, ainda, Sheila sobre a peça. Minha cara – eu deveria ter dito – a peça sempre foi do Chico. Por que não boicotou anos atrás? E outra: ainda que não fosse do Chico, uma peça baseada em Medeia não é exatamente o que eu aconselharia pra família tradicional brasileira se entreter. Como eu disse antes, subversivo por si só.
Sheila não vai fazer falta na plateia de Gota D’água, mas deixa ela lá se achando a última bolacha do pacote. Enquanto isso, Laila Garin arrasa dando esporro em quem mexe no tablet durante a peça e Chico arrasa tirando os direitos das peças dele das mãos de quem se acha importante demais.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s