saudade

Tudo se desestrutura pra você se estruturar

Eu sei. E não é saudade de casa que eu sinto. Nem de espaço. Me viro bem com o pouco de espaço que tenho. Inclusive, encaro como aprendizado. Mas sinto uma falta danada dessa estante do jeitinho que ela era, do jeitinho que fiz ela ser.

20150426_111228

Me dá uma dó danada não ter um lugar certinho pra cada coisa, como tinha no meu quarto.

Essa mesa, meu deus! Que saudade que eu tenho dessa mesa! A prateleirinha com os livros da faculdade bem do lado… Ai, que saudade de ter espaço pra me organizar. Esse espaço não existe mais. Ele foi tomado. Meu computador não fica mais comigo. Pedi pra brincar de ser nômade mas trouxe a vida urbana nas costas. Cecília já tinha me dito, é ou isto ou aquilo… Fico brincando de querer os dois em tudo na vida, é complicado…

20150426_111507

Há que se fazer alguma coisa. Criar novos registros. Novas gratidões. Cultivar saudades diferentes para sentir na próxima angústia.

20150426_111554

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s